Dê prioridades para as coisas (mais) importantes

É importante saber separar o que vai e o que não vai ser levado na mudança, além de determinar o que deve ir primeiro e o que pode ficar para depois. Isso vai auxiliar na hora de começar a organizar as caixas.

Uma dica é começar por aquilo que você não precisa com tanta urgência, como por exemplo alguns livros que já tenha lido, objetos decorativos e até roupas que você não usará agora.

Selecione o que você vai de fato querer na casa nova e o que não precisa levar de imediato. O que você não quiser mais, você pode aproveitar para vender ou doar para quem precisa.

Guarde suas caixas e móveis em segurança

Uma mudança requer, antes, um tempo para organizar tudo. Mas em alguns casos, é preciso sair da casa antiga antes que a nova esteja pronta para morar. Se a sua situação é essa, mantenha a calma e avalie as opções disponíveis.

Nesses casos é possível investir em uma “self storage” para guardar suas coisas e mantê-las seguras. Você aluga um box, ao qual só você ou quem tiver a chave terá acesso, com tamanho suficiente para guardar o que precisa enquanto não chega o dia da mudança. Assim, você pode passar alguns dias em um hotel ou na casa de alguém sem se preocupar com toda a bagunça que seus pertences fariam ou onde os guardaria.

Às vezes, é preciso entregar a antiga casa pouco antes de concluir a reforma ou construção da nova, mas se você leva a mudança antes de acabar tudo, corre o sério risco de danificar seus móveis, sendo mais um motivo para você considerar o aluguel de um box para guardar seus móveis e pertences.

Armazene tudo com muito cuidado

Não há nada pior do que se mudar e descobrir que alguma coisa se quebrou dentro das caixas ou mesmo que algo se perdeu pelo caminho. Por isso, na hora de encaixotar as coisas, certifique-se de que tudo está guardado corretamente e encaixado de forma segura. Coloque jornais embolados ou plásticos bolha para preencher os espaços entre um objeto e outro.

Embale bem o que é frágil e não se esqueça de colocar um aviso indicativo nas caixas — além, é claro, de outra etiqueta que registre o que há dentro dela. Isso vai facilitar (e muito) na hora de desempacotar tudo.

Contrate bons profissionais para o serviço

Se existe uma coisa que faz total diferença é a escolha dos profissionais responsáveis pela mudança. Analise muito bem a empresa que fará o traslado, procure por suas referências e converse com quem já usou o serviço, afinal ela se ocupará de carregar os seus bens em segurança.

Se você precisar utilizar o “self storage” para guardar tudo antes de mudar, escolha também uma boa empresa, como a Guardex self storage, que tem uma infraestrutura planejada e bem preparada para cuidar de suas coisas, garantindo a proteção de seus bens. Você leva a chave de seu cadeado — só você terá acesso a suas coisas, sempre que for preciso, diferente de um guarda móveis convencional.

Lembre-se que a relação entre custo e benefício durante uma mudança pode ser maior quando você escolhe gastar um pouco mais para prevenir certos problemas que podem lhe dar um prejuízo maior posteriormente.